Outras dicas importantes para se aproximar dos filhos

0

Assistir a um filme em família nos faz ter coisas em comum com nossos filhos. Além disso, cria-se o pretexto para conversar com eles sobre o que pensam sobre o que viram e conhecer seus pontos de vista, seu modo de pensar, sua personalidade.

Devemos definitivamente abraçar, beijar e acariciar nossos filhos. Não podemos perder o contato físico.

Fortalecer o vínculo afetivo é essencial

Precisamos ser gentis e empáticos quando falamos com nossos filhos. O carinho que transmitimos quando falamos com eles pelo tom de voz, palavras e gestos é fundamental para que a comunicação seja natural e agradável.

Além disso, devemos tentar “nos colocar no lugar deles”, ou seja, tentar sentir como eles se sentem: ser empáticos.

fortalecer-o-vinculo-afetivo-e-essencial

Temos que criar momentos de partilha em família. O tempo que passam assistindo televisão ou jogando videogame deve ser curto, caso contrário ficarão isolados.

Precisamos dar aos nossos filhos presentes valiosos, como livros e jogos que, além de ajudá-los a desenvolver suas habilidades, nos permitam criar uma conexão emocional intensa com eles.

Promova refeições em família pelo menos duas vezes por semana. Jantares ou almoços de fim de semana ajudam a educar e unir a família. Além disso, é importante que nossos filhos colaborem no preparo dos alimentos. Assim, aprenderão a cozinhar e compreenderão o valor da colaboração.

Esses momentos aproximam e unem muito.

  •     É importante planejar viagens ou passeios em família para passar tempo juntos e ganhar novas experiências. Isso também une muito a família.
  •     Ensinar aos nossos filhos atividades desportivas como patinação, ciclismo ou natação são experiências valiosas para eles, que também fortalecem o vínculo entre pais e filhos.

O que não devemos fazer com nossos filhos?

Generalizar e dizer que sempre fazem algo errado ou que nunca fazem nada de bom diminui sua auto-estima. Com esses tipos de alegações, nossos filhos podem vir a acreditar que na verdade não são bons em nada.

Da mesma forma, ridicularize-os ou use sarcasmo e ironia, acreditando que não os afetará porque estamos „brincando”. A verdade é que mais do que diverti-los, fará com que se sintam inferiores e humilhados.

Outra coisa que não devemos fazer é dar ordens autoritárias repetidamente, independentemente de nossos filhos terem algum tipo de objeção. Isso gera neles a sensação de que não os entendemos e que eles devem seguir as ordens dos adultos sem poder questioná-los em nenhuma circunstância.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui